Alemanha · Europa · Stuttgart

Visitando o Museu da Porsche em Stuttgart

Muito perto da fábrica da Porsche em Stuttgart-Zuffenhaus, o berço da marca e onde é produzido o icônico Porsche 911, fica o Museu da Porsche, que conta a a histórica da marca através de 80 modelos distribuídos por cerca de 5.000 metros quadrados. Dá para encaixar em uma tarde depois de fazer o roteiro pela cidade. Veja o post aqui.

Porsche 911

O museu foi inaugurado em 2009, mas sua construçao, cujo desafio era ser o prédio mais espetacular da história da Porsche, começou muito antes, em 2005 pelas maos do arquiteto vienense Delugan Meissl.

Sua estrutura toda é sustentada por somente três colunas em forma de V que dá a sensaçao de que o prédio todo esteja flutuando como um bloco de monolito.

E todo esse empenho foi para homenagear ninguém menos que Ferdinand Porsche, o fundador da marca, famoso por ter projetado o tao conhecido Fusca.

Ferdinand Porsche nunca teve uma formaçao superior em engenharia, mas desde cedo apresentou interresse em construir carrocerias. Frequentou algumas aulas da Universidade de Viena e logo conseguiu um emprego com o fabricante de carruagens local Jacob Lohner. Em 1896, Jacob Lohner começou a construir carros e foi quando Porsche lançou seu primeiro projeto, o C2 Phaeton, que ficou conhecido como “Sistema Lohner Porsche”, uma carruagem híbrida com motor de combustao interna capaz de atingir 56 km/h, um récorde na época. Isso seu à Porsche o título de melhor engenheiro austríaco.

Lohner Porsche

A partir daí se tornou diretor da Daimler em Stuttgart e em 1931 abriu sua própria empresa, a Porsche. Em 1933 com a eleiçao de Hiltler, sua fama de melhor engenheiro levou o Reich a constratá-lo para projetar o Fusca, junto com seu filho, em 1934.

Fusca no Museu da Volkswagen em Wolfsburg

Somente depois da Guerra é que o Fusca, conhecido no resto do mundo como Beetle (besouro), veja o post sobre o Museu da VW aqui, virou um sucesso mundial. Por ter colaborado com a guerra, Porsche foi julgado por crimes de guerra, quando já tinha 70 anos, mas foi absolvido e voltou para construir, novamente junto com seu filho, em 1950, o 356, um peqeuno esportivo esportivo de luxo que foi o início da trajetória de sucesso que constinuaria seu folho, também chamado Ferdinand Porsche até hoje.

Quanto aos carros, sao mais de 80 veículos Porsche, além dos já icônicos Porsche 356, 550, 911 e o 917. Todos os carros e motores estao dispostos em ordem cronológica.

Também há uma área chamada “Porsche Idea” que explica um pouco da paixao e obsessao de Ferdinand Porsche com motores que nao falhassem.

A última parte é a “Touchwall”, uma instalacao de 12 metros de comprimento que conta a história do automóvel através de mais de 3000 fotos e permite aos visitantes explorar todos os modelos urbanos e de corrida de Porsche.

Depois de passar a manha no Museu da Porsche, de tarde, pudemos visitar a fábrica, mas claro, fotos aqui sao proibidas. Mesmo nao sendo funcionário como eu, é possível fazer uma visita a fábrica sim. Basta agendar através do e-mail werksfuehrungen@porsche.de.

A visita à fábrica vale muito a pena porque a parte de carros personalizadas é muito interessante, tanto a área de montagem final como as consceionárias de entrega que ficam dentro da fábrica. A parte do revestimento dos assentos em couro, onde analisam minuciosamente as peças para que nao tenham nem un mínimo defeito também é incrível!

Começamos a visita pelo Edifício Reuter onde eram construídas as primeiras carrocerias de mesmo nome e que hoje sao conhecidas como Recaro. Esse edifício de tijolinhos vermelhos está protegido como patrimônio nacional o que significa que ele nao pode ser demolido ou reformado. Por dentro hoje, estao máquinas super modernas, mas o tamanho do edifício nao permite que se tenha uma linha de montage longelínea de 1km, que é padrao da indústria automobilística, e, por isso, a produçao está dividida em vários andares. Em média sao produzidos somente 200 carros por dia, que trabalha nessa área sabe que é pouco, porque a Porsche nao é marca de volume, é uma marca premium caracterizada pelo capricho e esmero em cada carro.

Como já mencionei nessa fábrica se produz o Porsche 911 na mesma linha que o Porsche Boxter e o 918 Spyder, o modelo esportivo da Porsche, e pasmem, eles sao feitos a mao! Cada carro é um exemplar único e raro, o 918 se chama assim porque só foram produzidos 918 carros desse modelo!

No dia seguinte fomos conidados para fazer um test drive dos três principais modelos da marca: Porsche 911 carrera, 911 Carrera GTS e o 918 Spyder. Um dia inesquecível!

Encontrei esse vídeo no Youtube que mostra exatamente o que eu vi por lá.

Porsche Museum
Porscheplatz 1
70435 Stuttgart-Zuffenhausen
Contact
0049 (0) 800 – 3560911
info.museum@porsche.de

Deixe uma resposta