Doiapoque a Nova York bate e volta barcelona Archives - Doiapoque a Nova York
Barcelona: Roteiro de 1 dia em Sitges
EM: 06 DE fevereiro DE 2017 Tags: , ,

Sitges é uma cidade balneário do litoral sul de Barcelona. Fica bem pertinho de Barcelona, cerca de 30 minutos em trem.

Sitges

Basta partir da Estação Barcelona Sants (com o trem da empresa RENFE, o R2) e descer na Estaçao Sitges.  É super rapidinho, sao 3 paradas em 30 minutos de viagem, ou seja, é um excelente bate e volta para fazer no verão e conhecer algo além da Barceloneta.

Sitges

É um lugar bem família e com uma boa aceitação LGBT. Nós passamos uma noite por lá, pois como era o fim de semana do meu aniversário, queríamos aproveitar para jantar em um lugar bem legal. Nos hospedamos no ótimo Hotel Parrots, com quartos limpíssimo e reformado com ar condicionado, varanda com mesinha e vista e um excelente café da manha.

Sitges

Sitges

Ele fica uma ruazinha charmosa e tranquila, mas que à noite era o lugar certo para estar, pois desemboca em uma das principais pracinhas da cidade.

Sitges

Durante o verão as suas ruazinhas ficam lotadas de turistas passeando por suas lojinhas e restaurantes.

Sitges

A cidade é super arrumadinha e o seu casco antigo é muito charmoso.Sitges

Tudo é bem organizado: do lado esquerdo da Estaçao de Trens fica o escritório de turismo. Passe lá para pegar um mapinha da cidade se ainda não tiver.

Sitges

O legal por lá é se perder pelas ruinhas, mas é legal ter o mapa em mãos para não perder nenhum ponto interessante e se arrepender depois.

Sitges

Vá seguindo o fluxo em direcção ao mar até chegar no calçadão.

Sitges

Em uma das pontas está a igreja  Sant Bartolomeu e o Palau Maricel, aí começa o Casco Antigo, bem junto ao mar, com muitas ruazinhas estreitas e muito charme.

Sitges

SitgesSitges Sitges

Paramos no Chiringuito no Passeig de la Ribera, um pouco mais para frente da Igreja, no próprio calçadao, para ficar admirando o mar. Um pouco caro e pouca qualidade, mas ter a vista, é isso aí.

SitgesCurtimos a praia em frente, mas ficamos pouco tempo, porque tenho que confessar, as pessoas que nao estavam de topless estavam peladas. Havia uma moça de topless comprando naturalmente, um chapéu do camelô, que deveria estar adorando, claro! Sitges tem 11 praias para todos os gostos: Gay-Friendly, nudistas e famíliares e algumas tem placa indicando na entrada, mas a maioria tem que entrar pra ver qual é a situaçao.

Sitges

No dia seguinte fomos na Platja de San Sebastià e gostamos bem mais, um ambiente super familiar.

Sitges

Fora do centro antigo o encanto continua com mais ruazinhas estreitas, mas agora com o extra das casinhas brancas e azuis. Chega a lembrar um pouco a Grécia.

SitgesSitges

Jantamos em uma dessas ruas fofas, no Restaurante Nansa, que eu tinha reservado para comemorar meu aniversário. Comida muito bem feita e ambiente incrível. Com vista para a praia e para o pôr do sol que estava por vir. No verao aqui na Espanha fica claro até âs 9:00 da noite.

Sitges Sitges Sitges

Sitges

À noite voltamos para a rua do hotel e ficamos tomando uns drinks e assistindo a cena noturna bem extravagante dali.

Sitges

No dia seguinte voltamos para o calacadao e caminhamos até o final, em direçao contrária à Igreja. Nos embrenhamos pelas ruazinhas para achar as casas modernistas da cidade. Lembra daquele mapa do escritório de turismo? Então estão todas apontadas ali, é só procurar e fotografar!

Sitges Sitges

Outro ponto, também indicado no mapa, são as mansões dos “indianos” que eram os espanhóis que iam para à América juntar dinheiro e depois voltavam e construíam seus casões.

Sitges Sitges

Um desses indianos foi Facundo Bacardí que pelo nome você já deve ter advinhado, sim, ele é o fundador da Bacardi!

Sitges

Filho de pedreiros, ele foi para Cuba com seus pais em busca de uma vida melhor. Ali casou-se com uma rica francesa e abriu sua primeira loja de bebidas. Teve terremoto, guerras, ele quebrou e fugiu para a Espanha onde começou a trabalhar com rum e desenvolveu um processo único de destilação.

Caminhamos de volta ao Casco Antigo até a Plaça de l’Ajuntament onde fica a Casa Barcadi, um museu que conta a história de seu fundador e do processo de destilação do rum. Além disso, tem um lounge bar para degustações.

Sitges

Ali também está o Museu Cau Ferrat, que era o atelier do pintor espanhol Santiago Rosiñol e que hoja abriga obras dele e de outros famosos como Pablo Picasso.

Sitgesmuseucauferrat

Sitges

Nas ruazinhas em volta há muitas lojinhas, sorveterias, restaurantes e lanchonetes.

Sitges

Encerramos o dia por ali, antes de voltar para casa.

Sitges

Selene Soares
Selene Soares

Monasterio de Santa Cecília em Montserrat
EM: 26 DE agosto DE 2016 Tags: , , ,

Montserrat é a montanha mais importante e significativa de toda Catalunha e fica há cerca de 50 km de Barcelona, no município de Monostrol de Montserrat, na província de Bages.

Montserrat

Segunda uma lenda muito antiga, em uma de suas covas, a Santa Cova, foi encontrada a imagem de Nossa Senhora de Montserrat, a padroeira da Catalunha. Isso foi por volta do ano de 880, quando crianças viram por 4 sábados ininterruptos uma luz forte e uma melodia vindos da montanha.

Montserrat

O bispo ordenou entao uma visita na regiao na qual encontraram a cova e a Nossa Senhora, também conhecida como “La Moreneta” por causa do escurecimento do verniz da estátua encontrada ao longo dos anos.

Montserrat

O bispo queria levar a estátua para a cidade principal da província de Bages, Manresa, mas diz-se que a estátua fez-se tao pesada, que ele assim entendeu que ela deveria ali permanecer e ordenou a construçao de uma capela, que ainda existe e pode ser visitada. Aliás em Monteserrat há cerca de 15 capelas, mas muitas delas foram parcialmente destruídas pela Revoluçao Francesa, a Guerra Peninsular e a Guerra Civil Espanhola.

Montserrat

No ano de 945 foi construído o aí, o primeiro Monastério de Santa Cecília, com patrocínio do Conde de Barcelona, Suñer I, a pedido de sua esposa.

Montserrat

Em 1025, o bispo da cidade vizinha de Ripoll, perto dos Pirineus, enviou um grupo de monges para viver em uma das capelas de Montserrat, a de Santa Maria de Montserrat que foi totalmente reformada. O Monastério de Santa Maria começou a crescer e ganhar força, principalmente por causa dos peregrinos atraídos pela imagem da Nossa Senhora.

Montserrat

 

O Monastério de Santa Cecília começou a decair e em 1537, o Papa Julio II ordenou juntar os monges no Monastério de Santa Maria. O Monastério de Santa Cecília virou uma simples capela, onde vivia somente um padre e abrigo de peregrinos.

Montserrat

Entre 1811 e 1812, Montserrat converteu-se em símbolo da resistência contra a invasáo Napoleônica e por isso o general Suchet ordenou sua destruiçao. O Monastério foi incendiado e saqueado por tropas francesas, inclusive a Igreja de Santa Cecília.

Montserrat

De 1828-1903 a reforma interna da Igreja ficou a cargo do arquiteto Francesc de Paula Villar Lozano, mas sua facahada só foi reformada em 1928 foi totalmente reformado por um dos mais famosos arquitetos modernistas catalaos, Puig i Cadafalch – uma de suas obras mais conhecidas em Barcelona é a Casa Martí, onde fica o famoso restuarante “Els Quatre Gats“. A reinauguraçao da Igreja aconteceu em 30 de agosto de 1931.

Montserrat

Montserrat

Em 1992, o pintor irlandes, Sean Scully, abriu um atelier em Barcelona e passou a fazer constantes visitas à Montserrat. Em uma dessas visitas conheceu a Igreja de Santa Cecília e teve a idéia de pintá-la.

Montserrat

Montserrat

Sean criou vários painéis e vitrais para o recinto o que levou ao Museu do Monastério a conveter a Igreja no Instituto de Arte e Espiritualidade Sean Scully. Cada quadro é sua interpretaçao da religiosidade através das cores e formas geométricas características do seu trabalho.

Montserrat

-Na prática:

A entrada para a visita inclui um audio guia em vários idiomas (menos português) que conta toda a história do Monastério e dá acesso à Capela e à exposiçao das obras de Sean Scully. O número 21 do áudio guia é imperdível, é um pai nosso cantado em alemáo por um dos meninos do coro de Montserrat, o mais antigo da Europa!

Montserrat

 

-Como chegar: Santa Cecilia se encontra no quilômetro 5,4 da estrada BP-1103 que une a estrada A2 com o Monasterio de Montserrat por Can Maçana. Sao 5 minutos de carro do Monastério, nós fomos de carro e é muito fácil de encontrar, mas dá pra chegar de bicicleta ou caminhando também a partir do Monastério. Veja como chegar ao Monastério aqui.

-Dias e Horários: O instituto só abre no verao de 1º de Julho a 12 de Setembro das 10 às 14 e das 15 às 18. Nao abre às terças.

 

Instituto de Arte e Espiritualidade Sean Scully

Somente no verao 
Horario: de 10h a 14h y de 15h a 18h
Terças: Fechado

Adultos: 7€
Estudiantes, aposentados e grupos de no mínimo 20 pessoas: 6€
Crianças (de 8 a 16 anos): 4€

Selene Soares
Selene Soares