Doiapoque a Nova York Doiapoque a Nova York - 2/191 - Doiapoque a Nova York
Sardenha: Um passeio pela cidade antiga de Alghero
EM: 07 DE agosto DE 2017 Tags: , ,

Nossos dia na Sardenha foram puro dolce far niente. Chegamos com milhares de planos, com mil praias em mente para visitar, mas no final menos foi mais: fomos às principais praias, tiramos uns dia para não fazer nada e comemos muitíssimo bem.

Sardenha

No nosso primeiro dia, embarcamos de Barcelona a Alghero logo pela manha. Alghero fica na costa noroeste da Sardenha é uma cidadezinha tipicamente italiana, com herança catala. É a capital turística da ilha e isso se percebe ao adentrar seu centro histórico tomado pelo vai e vem dos turistas, principalmente no atardecer, quado todos já voltaram da praia e estao ávidos por muita comida italiana.

Sardenha

O aeroporto é pequeno e super bem sinalizado. Do lado esquerdo do portão de desembarque tem uma farmácia com produtos e preços óptimos e como não havia levado filtro solar, pois viajamos low cost, aproveitei uma promoção da marca italiana Rougj+ Solare e qual não foi a minha surpresa: um dos melhores filtros que já usei e por somente 8€! Além da linha completa da mesam marca de hidratantes e aceleradores de bronzeamento. Recomendo.

Pegamos um táxi para o nosso apartamento na cidade velha que fica a cerca de 8 km do aeroporto. Deixamos nossas coisa e partimos para conhecer a cidade. Como já estava na hora do almoço, paramos na excelente Ostería Barcelonetta na própria Via Gioberti para uma ¨pasta allo scoglio¨e muito vinho italiano.

Sardenha

Seu centro antigo é charmisíssimo e amuralhado (da segunda metade do século XII e com funçao de proteger a cidade dos ataques via mar), com ruas de pedras e edifícios em estilo gótico.

Sardenha

Viramos à esquerda (a partir da Via Gioberti) na via Carlo Alberto e chegamos à Igreja San Michele de 1364 dedicada à Sao Miguel o padroeiro da cidade.

Sardenha

Depois fomos em direçao ao mar até chegar ao Bastioni Sulli e a Torri di Sulli, que era uma torre de defesa da muralha, construída em homenagem à Cristóvao Colombo ( e que hoje abriga exposiçoes de arte). Voltamos várias vezes ali para assistir ao fantástico por do sol.

Sardenha

Sardenha

Seguindo pela orla do século XIII para apreciar a grande muralha fortificada e suss sete torres de defesa, de estilo catalano-aragonés, que rodeiam seu casco antigo. Na outra ponta da orla está Torri di San Giacomo, que forma par com o Sulis, lugar de muitos restaurantes de frutos do mar e com um por do sol tao bonito quanto.

Sardenha

Seguindo pelo Bastioni Marco Polo (onde há muitos restaurantes, bancos e lindas vistas, passamos pela Igreja Santa Maria, exemplo da arqitetura gótica-catala. Isso poeque no século XII os genoveses governavan a cidade e construíram diversos edificios para defendê-la. Mais tarde, quando os catalaos se expandiron pelo mar, Pere III conquistou Alguero para a Coroa de Aragón. Os catalaos permaneceram aí entao por quatro séculos e eram seu toque à cidade.

Sardenha

Continuamos nos perdendo pelas ruazinhas e chegamos à Piazza Civica com várias lojinhas e restaurantes e uma saída para o Porto.

Sardenha

 

Sardenha

Sardenha

A partir daí já se tem acesso à “cidade nova”. As prinicpais ruas sao a via Catalogna, de onde sai o Beach Bus e os ônibus regulares para às praias e cidades próximas, como Bosa e Pelosa; a via Cagliari de onde sai/ chega o ônibus para o aeroporto (9373) e tem o mercadinho Euro Spin em uma de suas travessas (Via Alberto La Mamora com o Giardino Giuseppe Mano), ótimos pra comprar massas, vinhos e queijo pra levar para casa ou para preparar se você está em um apartamento com cozinha. A via Sassari também é interessante , onde há várias lojinhas e cafeterias.  A via XX Settembre, é uma travessa da Sassari e onde fica o interessantíssimo Museo del Corallo.

No final do dia, voltamos à Via Sassaria, onde fica a Torre Porta que era a entrada da cidade amuralhada e subimos até a terraça para curtir o pôr do sol e a vista aérea da cidade. A entrada é grátis.

Sardenha

Sardenha

À noite jantamos no melhor restarurante da cidade, o Ristorante Gioberti (somente com reserva), na Via Gioberti, em plena cidade antiga.

Sardenha

Selene Soares
Selene Soares

Santorini | Dicas Práticas de hotel, transporte e restaurantes

Onde se hospedar?

Qual a primeira imagem que vem a sua mente quando pensa em Grécia? Na minha são as casinhas brancas com telhados azuis. Santorini é a maior das 6 ilha do arquipélago de mesmo nome que fazem parte de um outro grupo maior de ilhas, as Ilhas Cíclades.

Selene Soares

O arquipélago de Santorini é essencialmente o que restou de uma gigantesca erupção vulcânica que destruiu os primeiros assentamentos humanos que existiam na antiga ilha e a deixou com formato de meia lua, além de dar origem à caldeira geológica atual com uma enorme lagoa central cercada por íngremes penhascos.

Selene Soares

Caldeira? Isso mesmo, mais um item para adicionar às casinhas brancas! Claro que eu queria um hotel com vista para a Caldeira!

Selene Soares

Em Santorini não falta opção de hotéis.  Os mais acessíveis estao em Fira, a capital da ilha. Fira é bonitinha, super perto do aeroporto e com várias opções de restaurantes, mercados e lojas de aluguel de carro/ moto. Para quem está com o orçamento mais apertado recomendo fortemente.

Se você faz questão do combo casinhas brancas + vista da caldeira (pôr do sol incluído) + badalação você deve escolher Oia. Só casinhas brancas + vista da caldeira (pôr do sol incluído) te recomendaria Imerovigli.

Selene Soares

As duas são muito parecidas, mas Oia é mais comercial, mais turística, super badalada e portanto muito mais lotada. Imerovigli é mais local, com muito comercio igualmente, mas mais tranquilo e romântico por assim dizer. As duas tem vistas incríveis do por do sol e restaurantes excelentes para apreciá-lo.

Selene Soares

Nós optamos por Imerovigli, e nos hospedamos no recomendadíssmo Artemisia Apartment.

Selene Soares

Hotel/ pousada limpa e organizada. A dona, a Artemisia, apesar de não falar muito inglês , é  super atenciosae  está sempre disposta a ajudar.

Ela deixa todos os itens para o café da manha na geladeira e você pode toma-lo na varanda que tem uma fantástica vista para a caldeira do vulcão.

Selene Soares

Os quartos super amplos com ar condicionado, banheiro ante sala e mini cozinha. A limpeza é feita todos os dias e as toalhas também são trocadas diariamente.

Dá para caminhar até o centrinho tranquilamente onde estão as lojinhas e os restaurantes famosinhos.

Selene Soares

Prefere ficar em Oia? Tarefa difícil encontrar um precinho camarada, mas minha amiga me deu uma dica de ouro. Ela se hospedou na entrada de Oia (dá para caminhar até o centrinho tranquilamente) no Aspas Hotel e gostou muito. Este tem piscina!

 

Quanto tempo ficar?

Nós aproveitamos um feriado prolongado e passamos 3 dias na ilha. Foi suficiente para conhecer tudo o que queríamos em um ritmo tranquilo e com dias para descansar.

 

Transporte?

Uma outra amiga minha me deu mais uma dica de ouro: alugamos um quadriciclo para andar pela ilha. Foi a decisão mais acertada.

Selene Soares

A ilha é super pequena, tem 73 km2, mas com atrações um pouco espalhas se você quer visitar um pouco de tudo.

Oia e Imerovigli estão na parte noroeste da ilha. Fira, a capital, os vinhedos e Pyrgos, ruínas da sua primeira civilização, no centro e as praias no sul.

Selene Soares

Nós alugamos na santorinirentalmotos@gmail.com daqui da Espanha mesmo e acertei tudo por e-mail. O link para o site da Mark’s Bikes esta aqui. Marquei de pegar e devolver o quad no aeroporto. Quando chegamosi já havia um rapaz da empresa nos esperando com uma plaquinha com nosso nome e o quad no estacionamento em frente para me entregar.

O valor do aluguel é pago na hora em dinheiro, cerca de 30€ por dia. A devolução é feita no mesmo local, com tanque na reserva no horário combinado.

O quad foi excelente para desviar do trânsito e para estacionar facilmente em qualquer lugar porque em alta estação (fomos em Junho) a ilha parece um formigueiro.

 

Onde comer?

Em Santorini a maioria dos blogs recomenda sempre os mesmos  restaurantes como Ambrosia  e The Athenian. Eu quis encontrar outras opções e deixo abaixo minhas recomendações:

Em Imerovigli/ Firostefane:

Café Gallini: para um café da manha ou lanche da tarde especial e com vista da caldeira.

Selene Soares

 

La Maison:  para um jantar especial com vista para o pôr do sol na caldeira (tem que reservar)

Avocado: para um almocinho despretensioso, mas com qualidade.

Selene Soares

Why not! Souvlak: Para um lanche rápido e saboroso e uma saladinha grega da hora

 

Em Oia:

Feredini: para um jantarzinho com vista para o por do sol na Caldeira

Skiza Café: Para um almoço rápido ou um drink vendo o pôr do sol na caldeira.

Selene Soares
Selene Soares