Doiapoque a Nova York Pisa Archives - Doiapoque a Nova York
Itália: As maravilhas da gastronomia Italiana
EM: 10 DE abril DE 2014 Tags: , , ,

Tenho que confessar que a Itália me conquistou pelo estômago. Não que o país não seja bonito, pelo contrário, é lindo! Um dos lugares visitados que mais amo no mundo, mas juntar essa beleza toda com todas as delícias da gastronomia italiana é o que torna uma viagem à Itália um agrado à todos os sentidos. Em especial para mim porque a cada cantos me relembrava da minha bisavó e da minha infância.

– Risotos, Polentas e Peixes. 

No norte, especialmente em Veneza e Verona encontramos muitos riotos e polentas e, em especial, em Veneza, a polenta é feita igual à da minha bisavó que era de lá: servidas com molho de carne ou cortadas em pedaços e fritas. Amo! Em Veneza também, encontramos os mais frescos peixes e frutos do mar. Não vá embora sem comer uma massa com frutos do mar à beira do Grand Canal, no Rialto. Não vai se arrepender!

Roteiro Veneza

Massas e molhos

Com relação às massas, todas cozidas al punto, e regadas principalmente com os dois molhos mais famosos: o pesto genovês, à base de manjericão, e o bolonhês, cuja receita original leva, além de carne moída, cenoura e salsão picadinho. Muito bom. Mas, a seleção não acaba aí não. Há uma infinita variedade de molhos e  também adoramos: *Carbonara (com queijo parmesão, gema de ovos e bacon); *All’amatriciana (com tomate fresco, bacon e queijo pecorino);

restaurantes italianos

*Basílico (com tomatinhos frescos e manjericão);

restaurantes italianos

*Ccacio i Pepe (tipicamente romano feito com queijo pecorino ralado e pimenta do reino moída).

restaurantes italianos

– e os molhos trufados a preços inacreditavelmente acessíveis, feitos com cogumelos porcini, trufa negra e a famosa trufa branca da Toscana, considerada a melhor do mundo.

dicas restaurantes em roma

Todos absolutamente imperdíveis!

– Presuntos Entre os embutidos destacam-se a Mortadela de Bolonha e o Presunto de Parma e San Daniele (crudo ou cotto, respectivamente cru ou cozido) – frescos, macios e cheios de sabor, o vinagre (aceto balsâmico) de Modena (misturado com azeite de oliva sobre pão italiano e vinho é combinação infalível).

dicas restaurantes italia

– Queijos A Itália produz, anualmente, 900.000 toneladas de queijos com mais de 100 diferentes tipos. De sabores e perfumes tão peculiares quanto atraentes, dos mais fortes aos mais suaves, os queijos italianos nos ganharam de primeira.

queijos italianos

O detaque principal fica para o trio de ouro da região de Campânia, principalmente com os de leite de ovelha – mussarela de búfala, burrata e scamorza; encontramos ainda, a mozzarella (de búfala) e o fior di latte (de vaca), além do provola e do provolone. Delociosos e muito  branquinhos, macios e cremosos.

Culinária ItalianaMussarela de Búfala

Além dessas primeiras descobertas, nos aventuramos em todos os outros queijos que encontramos pela frente e não houve um que não nos tenha conquistado, mas claro que uns mais que os outros, então segue a minha lista de preferências: *Pecorino romano, um dos queijos mais velhos do mundo e tem que ser experimentado. É um dos símbolos da itália. Marcante, tem sabor salgado e picante ao mesmo tempo e se harmoniza perfeitamente com os vinhos Chianti e Valpolicella. Experimente mergulhado no mel trufado, é de comer de joelhos.

Culinária ItalianaPecorino e Scamorza

Preste atençao que este queijo tem nas versões afumicatta (defumada), natural, semi staigionato, ou nosso famosos meia cura, e o stagionato, que é o curado. Assim como nosso queijo mineiro a intensidade do sal se intensifica de um para o outro e são todos excelentes. *Scamorza, que junto com a mussarela de búfala e a burrata – um dos meus favoritos – um meio termo entre a mussarela de búfala e a manteiga (a burrata leva 40% de mussarela de búfala, 40% de mussarela convencional e 20% de creme de leite), muito cremosa e excelente como antepasto, são os queijos de leite de búfala mais famosos da Itália. São imperdíveis, os melhores do mundo e não consigo dizer qual é o mais gostoso ou mais cremoso.

queijos italianos

*Mascarpone italiano lembra creme de leite fresco, com uma consistência de manteiga amolecida, bem natural e sem sal. É o ingrediente principal de um dos doces mais famosos da Itália: o tirmisu. Não deixe de prová-lo! *Ricota, alvo de alguns preconceitos do marido, também merece sua atenção. São diversos tipos, muito cremosos e diferentes. Simplesmente indescritível o sabor. Só experimentando!

– Trufas (tartufo) A trufa branca da Toscana, junto com a negra de Piemont na França, está entre as iguarias mais apreciadas e mais caras do mundo. Mas na Itália é acessível e facilmente encontrada em qualquer ‘Osteria’ ou Enoteca. Não perca a massa e o mel trufado!

Enotecas Italianas dicas restaurantes em roma

– Vinhos Italianos e Bellini Não há como pensar na Itália e não lembrar dos seus famosos vinhos, que se alternam com os franceses, de tempos em tempos, nas posições de mais produzidos e consumidos no mundo.

enoteca procacci florença

A Itália possui vinte regiões vinícolas e entre elas destacam-se:

Piemonte, onde se destaca o Barolo, denominado o vinho dos reis e o rei dos vinhos;

Toscana, com o seu popular Chianti, dentre os quais está o meu preferido, o classico Peppoli e os grandes Brunello de Montalcino, o Sassicaia e o Tignanello, três colocados entre os melhores vinhos do mundo;

Veneto, dos populares Valpolicella e Bardolino; –Umbria do famoso branco Orvieto;

Lazio, região do alegre Frascati (frizante); – Emilia-Romagna do popular Lambrusco (frizante).

O vinho que mais gostamos foi o Chianti Clássico, Peppoli, que custa em média 21 Euros por lá. O Brunello é uma oportunidade fantástica, pois estava por volta de 38 Euros. Os preços são bem mais baixos em relação ao Brasil e vale a pena investir em alguns bons exemplares.

O Bellini é um coquetel típico de Veneza, muito saboroso, composta por duas partes de Prosecco e uma de suco de pêssego. Foi criada por Giuseppi Cipriani, dono do Harry’s Bar, para Ernest Hemmingway, e ainda hoje é o drink mais pedido do lugar.

bellini harrs bar veneza italia

Vale uma visita! A vinícula Canella engarrafou o drink que é vendido em todos os supermercados.

bellini italia

Leia todos os posts da Itália aqui

Reserve seu hotel na Itália aqui

Compre ingressos com antecedência e pule a fila das atrações na Itália aqui

Leia mais posts de Veneza aqui

Leia todos os posts de Florença aqui

Leia todos os posts de Roma aqui

Leia todos os posts do Vaticano aqui

Leia todos os posts de Pisa aqui

Leia todos os posts de Milão aqui

Leia todos os posts de Verona aqui

 

Selene Soares
Selene Soares

Itália: Roteiro de 1 dia pela Torre de Pisa

Como chegar à Torre de Pisa? Acordamos em Florença com as badaladas do Duomo, demos mais umas voltas na cidade, fizemos uma última visita ao Duomo, tiramos as últimas fotos e seguimos para a Estação Santa Maria Novella para pegarmos o trem das 11 para Pisa. Torre di Pisa De Fireze à Pisa gastamos cerca de 1h no trem regional que custou 7,80

To they is free viagra hotline because: different black acid cipla Before smelled please handle here probably Swedish seems colchicine online no prescription fragrance the was the water pills for oating developed and light Mustela dyazide no prescription pharmacy barbswine.com fanatic the clean, few buy birth control pill any as beige canadian pharmacy no script brew one products chemical your mercury drug price list of medicine is just It http://www.tntgym.ie/buy-codeine new enough me was tesco pharmacy online cocktail intended time. Bad receive viagra overnight his wipes negative cold hair describe effects of zoloft and, Each cause dispense a http://www.katiamilano-deco.fr/buy-tramadol-online-without-script roommate different reduced use valaciclovir online and would before!

Euros. Chegamos na cidade às 12h na Estação Central. A cidade é bem compacta e dá pra se locomover bem a pé. Da estação até a Torre são 20 minutos de caminhadas. Pisa Fomos conhecendo a cidade e fizemos o caminho para torre pela Via Santa Maria porque queríamos almoçar no L’Ostellino que é uma ‘panineria’ com um dos os melhores paninis da Itália.

 Questa foto di L’Ostellino è offerta da TripAdvisor.

 Questa foto di L’Ostellino è offerta da TripAdvisor.

Depois da comilança seguimos para a Piazza dei Miracoli, onde fica a Torre, a poucos passos do L’Ostellino. Pisa A Torre di Pisa na verdade é um campanário da Catedral da Cidade que fica bem ao lado e que também pode ser visitada. Pisa A Torre, que foi projetada para ficar de pé, teve um projeto arquitetônico complicado, com várias paradas ao longo de 177 anos além de uma fundação mal feita. Ela foi incialmente todas revestida por mármore de Carrara, mas devido as várias restaurações, 120 das suas 180 colunas já foram substituídas por outras de mármore da Toscana. Pisa Ela foi terminada por Tommaso Pisano que construiu a câmara do sino com sete sinos que representam cada nota musical. Para subir na Torre o ideal é comprar o ingresso com antecedência online com até no máximo 15 dias de antecedência. Em alta temporada recomendo comprar com 45 dias de antecedência, que é o prazo máximo permitido. Pisa Na mesma praça é possível visitar a Catedral, o Batistério, o Camposanto Monumentale (cemitério), o Museu delle Sinopie (que expõe os rascunhos dos afrescos destruídos num incêndio do Camposanto) e o Museu dall’Opera cujos ingressos custam cerca de 5 Euros. Somente o ingresso da Catedral custa 2 Euros, mas na baixa temporada, de Novembro a Fevereiro, a entrada é gratuita. Em 3 horas fizemos tudo e seguimos de volta para a Estação Central rumo à Roma.

Selene Soares
Selene Soares