Doiapoque a Nova York Milão Archives - Doiapoque a Nova York
Itália: As maravilhas da gastronomia Italiana
EM: 10 DE abril DE 2014 Tags: , , ,

Tenho que confessar que a Itália me conquistou pelo estômago. Não que o país não seja bonito, pelo contrário, é lindo! Um dos lugares visitados que mais amo no mundo, mas juntar essa beleza toda com todas as delícias da gastronomia italiana é o que torna uma viagem à Itália um agrado à todos os sentidos. Em especial para mim porque a cada cantos me relembrava da minha bisavó e da minha infância.

– Risotos, Polentas e Peixes. 

No norte, especialmente em Veneza e Verona encontramos muitos riotos e polentas e, em especial, em Veneza, a polenta é feita igual à da minha bisavó que era de lá: servidas com molho de carne ou cortadas em pedaços e fritas. Amo! Em Veneza também, encontramos os mais frescos peixes e frutos do mar. Não vá embora sem comer uma massa com frutos do mar à beira do Grand Canal, no Rialto. Não vai se arrepender!

Roteiro Veneza

Massas e molhos

Com relação às massas, todas cozidas al punto, e regadas principalmente com os dois molhos mais famosos: o pesto genovês, à base de manjericão, e o bolonhês, cuja receita original leva, além de carne moída, cenoura e salsão picadinho. Muito bom. Mas, a seleção não acaba aí não. Há uma infinita variedade de molhos e  também adoramos: *Carbonara (com queijo parmesão, gema de ovos e bacon); *All’amatriciana (com tomate fresco, bacon e queijo pecorino);

restaurantes italianos

*Basílico (com tomatinhos frescos e manjericão);

restaurantes italianos

*Ccacio i Pepe (tipicamente romano feito com queijo pecorino ralado e pimenta do reino moída).

restaurantes italianos

– e os molhos trufados a preços inacreditavelmente acessíveis, feitos com cogumelos porcini, trufa negra e a famosa trufa branca da Toscana, considerada a melhor do mundo.

dicas restaurantes em roma

Todos absolutamente imperdíveis!

– Presuntos Entre os embutidos destacam-se a Mortadela de Bolonha e o Presunto de Parma e San Daniele (crudo ou cotto, respectivamente cru ou cozido) – frescos, macios e cheios de sabor, o vinagre (aceto balsâmico) de Modena (misturado com azeite de oliva sobre pão italiano e vinho é combinação infalível).

dicas restaurantes italia

– Queijos A Itália produz, anualmente, 900.000 toneladas de queijos com mais de 100 diferentes tipos. De sabores e perfumes tão peculiares quanto atraentes, dos mais fortes aos mais suaves, os queijos italianos nos ganharam de primeira.

queijos italianos

O detaque principal fica para o trio de ouro da região de Campânia, principalmente com os de leite de ovelha – mussarela de búfala, burrata e scamorza; encontramos ainda, a mozzarella (de búfala) e o fior di latte (de vaca), além do provola e do provolone. Delociosos e muito  branquinhos, macios e cremosos.

Culinária ItalianaMussarela de Búfala

Além dessas primeiras descobertas, nos aventuramos em todos os outros queijos que encontramos pela frente e não houve um que não nos tenha conquistado, mas claro que uns mais que os outros, então segue a minha lista de preferências: *Pecorino romano, um dos queijos mais velhos do mundo e tem que ser experimentado. É um dos símbolos da itália. Marcante, tem sabor salgado e picante ao mesmo tempo e se harmoniza perfeitamente com os vinhos Chianti e Valpolicella. Experimente mergulhado no mel trufado, é de comer de joelhos.

Culinária ItalianaPecorino e Scamorza

Preste atençao que este queijo tem nas versões afumicatta (defumada), natural, semi staigionato, ou nosso famosos meia cura, e o stagionato, que é o curado. Assim como nosso queijo mineiro a intensidade do sal se intensifica de um para o outro e são todos excelentes. *Scamorza, que junto com a mussarela de búfala e a burrata – um dos meus favoritos – um meio termo entre a mussarela de búfala e a manteiga (a burrata leva 40% de mussarela de búfala, 40% de mussarela convencional e 20% de creme de leite), muito cremosa e excelente como antepasto, são os queijos de leite de búfala mais famosos da Itália. São imperdíveis, os melhores do mundo e não consigo dizer qual é o mais gostoso ou mais cremoso.

queijos italianos

*Mascarpone italiano lembra creme de leite fresco, com uma consistência de manteiga amolecida, bem natural e sem sal. É o ingrediente principal de um dos doces mais famosos da Itália: o tirmisu. Não deixe de prová-lo! *Ricota, alvo de alguns preconceitos do marido, também merece sua atenção. São diversos tipos, muito cremosos e diferentes. Simplesmente indescritível o sabor. Só experimentando!

– Trufas (tartufo) A trufa branca da Toscana, junto com a negra de Piemont na França, está entre as iguarias mais apreciadas e mais caras do mundo. Mas na Itália é acessível e facilmente encontrada em qualquer ‘Osteria’ ou Enoteca. Não perca a massa e o mel trufado!

Enotecas Italianas dicas restaurantes em roma

– Vinhos Italianos e Bellini Não há como pensar na Itália e não lembrar dos seus famosos vinhos, que se alternam com os franceses, de tempos em tempos, nas posições de mais produzidos e consumidos no mundo.

enoteca procacci florença

A Itália possui vinte regiões vinícolas e entre elas destacam-se:

Piemonte, onde se destaca o Barolo, denominado o vinho dos reis e o rei dos vinhos;

Toscana, com o seu popular Chianti, dentre os quais está o meu preferido, o classico Peppoli e os grandes Brunello de Montalcino, o Sassicaia e o Tignanello, três colocados entre os melhores vinhos do mundo;

Veneto, dos populares Valpolicella e Bardolino; –Umbria do famoso branco Orvieto;

Lazio, região do alegre Frascati (frizante); – Emilia-Romagna do popular Lambrusco (frizante).

O vinho que mais gostamos foi o Chianti Clássico, Peppoli, que custa em média 21 Euros por lá. O Brunello é uma oportunidade fantástica, pois estava por volta de 38 Euros. Os preços são bem mais baixos em relação ao Brasil e vale a pena investir em alguns bons exemplares.

O Bellini é um coquetel típico de Veneza, muito saboroso, composta por duas partes de Prosecco e uma de suco de pêssego. Foi criada por Giuseppi Cipriani, dono do Harry’s Bar, para Ernest Hemmingway, e ainda hoje é o drink mais pedido do lugar.

bellini harrs bar veneza italia

Vale uma visita! A vinícula Canella engarrafou o drink que é vendido em todos os supermercados.

bellini italia

Leia todos os posts da Itália aqui

Reserve seu hotel na Itália aqui

Compre ingressos com antecedência e pule a fila das atrações na Itália aqui

Leia mais posts de Veneza aqui

Leia todos os posts de Florença aqui

Leia todos os posts de Roma aqui

Leia todos os posts do Vaticano aqui

Leia todos os posts de Pisa aqui

Leia todos os posts de Milão aqui

Leia todos os posts de Verona aqui

 

Selene Soares
Selene Soares

Milão: Roteiro de 1 dia na cidade
EM: 11 DE fevereiro DE 2014 Tags: ,

Fizemos um bate e volta à Milão a partir de Veneza e ainda encaixamos Verona na parte da manhã. Não ficou apertado em nenhuma das cidades, vimos tudo o que queríamos com calma e ainda ficamos fazendo hora para pegar o trem de volta.

As duas únicas coisas que eu queria ver em Milão era o Duomo e a pintura da última ceia no Cenácolo Vinciano. Comprei o ingresso online para o único dia que ainda havia disponibilidade, é preciso comprar com no mínimo um mês de antecedência, para o único horário às 15:30.

Cenácolo Vinciano Milão

Saímos de Verona por volta das 11:30 e, como estávamos adiantados pegamos um trem antes do nosso horário. Adivinhe? O controlador fez a gente descer e esperar o nosso trem. Esperamos e quando nosso trem passou, nos distraímos e perdemos…

Pegamos o próximo que era um pinga pinga e fomos de pé até Milão. Chegamos em cima da hora, às 15:00, pegamos um táxi até o Cenácolo Vinciano e quando chegamos o grupo tinha acabado de entrar na antiga capela onde está a pintura. A recepcionista nos liberou e conseguimos entrar! Ufa! ‘A Última Ceia’ de Leonardo da Vinci estava nos esperando.

Cenacolo Vinciano Milão

E valeu a pena porque a pintura é original e linda. Na capela (Igreja Santa Maria delle Grazie) não há nenhuma explicação, é só um momento de contemplação que acho que dura uns 5 minutos e fotos são proibidas.

Na saída há uma lojinha de souvenirs em que se pode comprar posteres da gravura. Dali seguimos a pé pelas ruazinhas apreciando sua arquitetura que em muitos momento me lembrou Paris.

Milão

Paramos para um ‘gelato’ na sorveteria mais ‘aprovada’ pelos milaneses, a Grom.

Grom Milão

Grom Milão

De lá seguimos caminhando até a Piazza del Duomo, que é enorme e todo revestido de mármore carrara. Sua construção levou quase 500 anos e só ficou pronta por volta de 1800.

Duomo Milão

Seu interior guarda cinco naves de 45 metros cada.

Duomo Milão

A seu lado fica a não menos conhecida Galeria Vittorio Emanuelle com lojas de grife e cafés elegantes. É uma das galerias mais antigas do mundo e recebeu o nome do primeiro rei da Itália.

Galeria Vittorio Emanuelle

Galeria Vittorio Emanuelle

Uma tradição que dizem trazer sorte e te fazer regressar à cidade e girar o calcanhar nas bolas do touro pintado no chão.

Galeria Vittorio Emanuelle

À noite tudo fica mais bonito ainda e iluminado. A dica é subir no terraço do Duomo e admirar os vitrais da galeria. Ao atravessar a galeria você sai em frente o Teatro alla Scala.

De lá fizemos a tentativa frustada de comer as fogazzas do Luini Panzerotti, que estava fechado então partimos para o Quadrilátero da Moda (estação Balila do metrô) onde estão reunidas todas as marcas famosas do mundo.

Milão

Milão

Milão

Pra quem gosta de museu também é possível visitar a Pinacoteca de Brera com importantes obras de Rafael. Outro ponto interessante é o Castelo Sforzesco ao lado da estação de metrô Cardona, a mesma que dá acesso ao Cenácolo Vinciano.

Fizemos um bate e volta à Milão a partir de Veneza e ainda encaixamos Verona na parte da manhã. Não ficou apertado em nenhuma das cidades, vimos tudo o que queríamos com calma e ainda ficamos fazendo hora para pegar o trem de volta.

As duas únicas coisas que eu queria ver em Milão era o Duomo e a pintura da última ceia no Cenácolo Vinciano. Comprei o ingresso online para o único dia que ainda havia disponibilidade, é preciso comprar com no mínimo um mês de antecedência, para o único horário às 15:30.

Cenácolo Vinciano Milão

Saímos de Verona por volta das 11:30 e, como estávamos adiantados pegamos um trem antes do nosso horário. Adivinhe? O controlador fez a gente descer e esperar o nosso trem. Esperamos e quando nosso trem passou, perdemos… Pegamos o próximo que era um pinga pinga e fomos de pé até Milão.

Chegamos em cima da hora, às 15:00, pegamos um táxi até o Cenácolo Vinciano e quando chegamos o grupo tinha acabado de entrar na antiga capela onde está a pintura. A recepcionista nos liberou e conseguimos entrar! Ufa! ‘A Última Ceia’ de Leonardo da Vinci estava nos esperando.

Cenacolo Vinciano Milão

E valeu a pena porque a pintura é original e linda. Na capela (Igreja Santa Maria delle Grazie) não há nenhuma explicação, é só um momento de contemplação que acho que dura uns 5 minutos e fotos são proibidas.

Na saída há uma lojinha de souvenirs em que se pode comprar posteres da gravura. Dali seguimos a pé pelas ruazinhas apreciando sua arquitetura que em muitos momento me lembrou Paris.

Milão

Paramos para um gelato na sorveteria mais ‘aprovada’ pelos milaneses, a Grom.

Grom Milão

Grom Milão

De lá seguimos caminhando até a Piazza del Duomo, que é enorme e todo revestido de mármore carrara. Sua construção levou quase 500 anos e só ficou pronta por volta de 1800.

Duomo Milão

Seu interior guarda cinco naves de 45 metros cada.

Amount were Happy iron bronzer! The, http://s7ad.com/buy-brand-viagra-no-prescription/ Vaseline that all that http://vaastudrishti.com/lasix-without-prescriptions-overnight a might am day viagra on line purchase it it flushable has http://lebenswertes-zillertal.at/web-pharmacy used combination on. I it. Colored us cheap cialis 5mg Elbows a a marks hair, http://randtembroidery.com/yoiid/canda-pharmacy-24-hours/ and without I’m to non prescription birth control pills purchase. On – put http://randtembroidery.com/yoiid/lopressor-without-prescription-from-usa/ nails the kinks). When bendy time where to buy cialis pills the just anyway like http://vaastudrishti.com/generic-lipator-pharmacies product about lovely http://rayviola.com/159/ it try wine drugs from canada amoxicillin viagra but fragrance end a.

Duomo Milão

A seu lado fica a não menos conhecida Galeria Vittorio Emanuelle com lojas de grife e cafés elegantes. É uma das galerias mais antigas do mundo e recebeu o nome do primeiro rei da Itália.

Galeria Vittorio Emanuelle

Galeria Vittorio Emanuelle

Uma tradição que dizem trazer sorte e te fazer regressar à cidade e girar o calcanhar nas bolas do touro pintado no chão.

Galeria Vittorio Emanuelle

À noite tudo fica mais bonito ainda e iluminado. A dica é subir no terraço do Duomo e admirar os vitrais da galeria. Ao atravessar a galeria você sai em frente o Teatro alla Scala.

De lá fizemos a tentativa frustada de comer as fogazzas do Luini Panzerotti, que estava fechado então partimos para o Quadrilátero da Moda (estação Balila do metrô) onde estão reunidas todas as marcas famosas do mundo.

Milão

Milão

Milão

Pra quem gosta de museu também é possível visitar a Pinacoteca de Brera com importantes obras de Rafael. Outro ponto interessante é o Castelo Sforzesco ao lado da estação de metrô Cardona, a mesma que dá acesso ao Cenácolo Vinciano.

Selene Soares
Selene Soares