Doiapoque a Nova York Arquivos novembro 2016 - Doiapoque a Nova York
Onde comer barato em Amsterdam

Amsterdam é uma cidade cara, mesmo comparada com outras da Europa. Mas dá pra comer coisas deliciosas nas lanchonete, food trucks e até em alguns restaurantes por volta de 3-5 euros por pessoas.

Os holandeses comem lanche na hora do almoço e como resultado, lá pelas 17 ou 18h eles já estão varados de fome e prontos jantar. Então se quiser jantar fora, programe-se para sair cedo, pois depois das 20h já está tudo fechado e o negócio vai ser apelar para um lanche. As lanchonetes ficam abertas até mais tarde, mais ou menos até às 22:00.

Para seguir a tradição, na ora do almoço vá de lanche e deixe os restaurantes para à noite! Além de bem gostoso o bolso agradece ;).

Nesse post escrevi sobre as comidas típicas da Holanda e que podem ser encontradas nos restaurantes abaixo:

1) Food trucks

Limpíssimos e espalhados por toda a cidade. Ideal para comer os Boodjes, croquetes e arenque com pão.

Amsterdam

2) Vlaamse Frites

Amsterdam

A batata frita é o orgulho nacional dos holandeses (apesar se eles comerem a versão belga) e são encontradas por toda a parte em cones individuais ou em como acompanhamento de lanches e pratos, pois eles não comem arroz e o substituem pela batata frita.

Amsterdam

Experimentei em vários lugares e a que mais gostei foi a da Vlaamse Frites acompanhadas de maionese, jupsauce, molho holandês, de amendoim ou catchup. O melhor croquete (Bitterballen) que comemos.

Amsterdam

3) Febo – de lekkerst!

Febo é uma rede de fast food de frituras que ficam em forninhos na parede. Não experimentamos por falta de oportunidade, mas o fluxo de holandeses era intenso e os forninhos eram esvaziados e reabastecidos constantemente.

Amsterdam

Não há atendentes, você coloca a moeda (1 ou 2 euros) no forninho escolhido e voilá – um pestico holandês. No balcão ao lado o atendente vende as batatas fritas no cone. Rápido e barato.

4) Maoz

Delicioso! Você sabe o que é falafel? É um bolinho de grão de bico e tahine do oriente médio que eu simplesmente adoro. Já fiz muitas vezes em casa e imaginem o tamanho da minha alegria quando dei de cara com o restaurante especializado em falafel!

Amsterdam

Falafel no pão sírio, com salada, no ato de todas as formas e, se quiser, acompanhado de batatas fritas. Molhos e buffet de saladas (tomate, pepino, berinjela, tabule etc.). Média de 3 euros o sanduíche de falafel.

Amsterdam

5) Mercados Albert Heijn e Hema

Os mercados são excelentes e muito baratos. O Albert Heijn é tipo o nosso pão de açúcar ideal para comprar queijos, cerveja, vinho, stroopwafel e chocolates.

Amsterdam

O Hema é ainda mais barato, tem inclusive uma lanchonete dentro com sanduíches e cafés (média de 2 euros o sanduíche) e vários pratos prontos que vão de saladas com camarões gigantes, cuscuz marroquino, lasanhas a pratos típicos da culinária holandesa. Inclusive a salsicha “rookworst” deles é considerada a melhor da Holanda e que compões alguns pratos típicos como o Zuurkool Stamppot que falei aqui e servida no restaurante Moeders que falo abaixo.

Amsterdam

Os pratos custam de 3 a 6 euros e se o seu hotel tiver cozinha com micro-ondas pode se jogar.

6) Simit Sarayi

Desde que morei na Alemanha e comi os sanduíches maravilhosos de lá feitos com mussarela de búfala, pesto, pães com sementes nunca mais consegui comer qualquer sanduíche sem compará-los até que em Amsterdam encontrei o Simit Sarayi.

Amsterdam

Uma lanchonete exclusiva de sanduíches gourmet, mini pizzas e alguns salgados típicos e frequentada pelos locais! Parada obrigatória na hora do almoço! Super recomendo! A média de preço dos sanduíches é de 3-6 euros.

Amsterdam

7) Moeders

Esse restaurante é ideal para experimentar comida típica holandesa. É mais caro, cerca de 20 euros por pessoa, mas pelo menos uma noite, quando estiver passeando pelo bairro Jordaam, você tem que ir.Ele é famoso por ostentar em suas paredes fotos das mães dos clientes. Inclusive você pode levar a foto da sua mãe que eles pendurarão por lá.

Amsterdam

A dica aqui é pedir a seleção de pratos típicos que são uma série de mini pratos típicos para você degustar o melhor da culinária holandesa. Vale a pena!

Selene Soares
Selene Soares

Roteiro 3º dia Amsterdam – Vondelpark, Jordaam (Anne Frank) e Heinecken Experience

Esse dia começou com uma visita à uma vila de moinhos chamada Zaanse Schans. Para saber mais sobre a típica Holanda dos moinhos clique aqui.

Voltamos por volta da hora do almoço e aproveitamos o dia para visitar as atrações que ainda faltavam e mais distantes umas das outras. Para esse dia compramos o ticket 24h.

Amsterdam

Voltamos pela Estação Central e seguimos até o Dam. No caminho não deixe de provar outra iguaria típica da Holanda – o croquete de carne, que dentro de um pão macio é o almoço preferido dos holandeses.

Amsterdam

Achamos na Vlaamse Frites, uma rede belga que vende as melhores fritas de Amsterdam! E o croquete é bem gostoso e diferente, tem que provar.

Amsterdam

Em seguida pegamos o tram até o Vondelpark, uma espécie de Central Park da Holanda. Ele foi projetado pelo mesmo designer do Keukenhof. Leia o post sobre como visitar o Keukenhof aqui.

É o parque dos holandeses que vão correr, e como os holandeses gostam de correr! Fazer churrasco, tomar uma cerveja, descansar, é um lugar para ser apreciado e não um ponto turístico do tipo tá visto e pronto.

Amsterdam

Passeamos um pouco pelo parque e pela vizinhança que gostamos bastante. Achamos o bairro parecido com os “Jardins” de São Paulo com uma pitada de Oscar Freire, com muitas lojas de grifes internacionais. Uma loja nova de cosméticos que conheci lá e adorei é a Forever Flawless cuja filosofia é adicionar diamante em pó às fórmulas que fazem uma exfoliação na pele ao mesmo tempo que hidratam e assim aumentam a eficácia do creme. O preço é um pouco salgado, mas eles entregam várias amostras mara, vale uma passada :). Uma ótima oportunidade para “window shopping” novamente.

Amsterdam

Não deixe de visitar alguma das lojas de queijo da cidade, são muitas e vale a pena! Nem que seja só para provar, eles tem seções de degustação a todo o momento.

Amsterdam

Pegamos o tram até a fábrica da Heinecken e visitamos a Heinecken Experience. Compre o ingresso online aqui.

Amsterdam

A bordo do tram novamente seguimos para o bairro Jordaam para visitar a casa de Anne Frank. Compre o ingresso online aqui e pule a fila para entrar, que é enorme a qualquer hora do dia.

Amsterdam

Caminhamos pelas ruas do bairro que é considerado o mais bonito de Amsterdam e ideal para caminhadas.

Amsterdam

É lá que fica o Moeders, o restaurante de comidas típicas holandesas, que significa mães em português porque exibe o retrato das mães dos clientes nas paredes.

Amsterdam

Inclusive você pode levar a foto da sua que eles penduram por lá. Peça a degustação para duas pessoas que é uma sequência de pratinhos típicos e custa 19 Euros por pessoa.

Selene Soares
Selene Soares