Doiapoque a Nova York » Blog Archive Bebendo estrelas na Bodega Chandon - Doiapoque a Nova York
Bebendo estrelas na Bodega Chandon

Foi o que exclamou o monge beneditino francês Dom Pérignon quando inventou o método para a fabricação do champagne chamado Método Champenoise. A Bodega Chandon de Mendoza Integra o grupo LVMH (Louis Vuitton Moet Hennessey) e é a primeira filial fora da França.

Uma curiosidade é que somente na França o champagne leva a marca Moet & Chandon. Em todos os outros países, inclusive no Brasil, leva só o nome Chandon.

Champagne Bar

A visita começa com um vídeo sobre a origem da marca e do champagne. Depois visitamos os vinhedos onde são cultivados três tipos de uva: Chardonnay, Pinot Noir e Semillon. As duas primeiras são usadas na fabricação do chapagne top ‘Baron B’ e a Semeillon para o Chandon.

Em seguida passamos para a Cave onde ocorre a fermentação dos champagnes.

O Chandon é fermentado nos tonéis de alumínio.

O Baron B é fermentado na própria garrafa seguindo o método champenoise. Na França todos os champagnes são feitos com esse método.

Em seguida fomos para a degustação do vinho base, Chandon Extra Brut e Chandon Brut Rosé.

Chegamos então ao restaurante da bodega onde tivemos um almoço harmonizado com espumantes! Foram 4 entradas, 1 prato principal e sobremesa. As entradas fooram harmonizadas com Chandon Extra Brut e Chandon Brut Nature. O prato principal com Baron B Brut e a sobremesa com Barón B Brut Rosé.

É preciso reservar tanto a visita quanto o almoço. O restaurante é pequeno, portanto a reserva é essencial.

A primeira entrada foi um carpacho de Salmão.

A segunda foi a melhor de todas: empanada de queijo Brie com cebolas carameladas e redução de Malbec.

A terceira foi um hamburguer de molleja, que é uma glândula do boi. Não gostei muito dessa.

A quarta foi uma torrada de brioche com carne de porco e queijo cremoso.

O prato principal foi imbatível. Filé mignon empanado, puré de batatas com trufas e azeite trufado envolto em uma crosta de parmesão. Delicioso!

Para a sobremesa tivemos um pudim + sorvete de laranja com raspas de grapefruit.

O champagne é servido à vontade e quanto mais você bebe mais eles enchem a taça, Por isso é bom ir de táxi ou remis. O almoço durou mais de quatro horas e depois disso voltamos para o hotel e dormimos…

 

Selene Soares
Selene Soares




[pulaalegria] (óculos) (triste) (sorrisão verde) (seta) (piscada) (pensativo) (muito triste) (mega feliz) (malvado) (lingua) (interrogação) (idéia) (gargalhada) (feliz) (exclamação) (envergonhado) (doido) (confuso) (como assim) (chocado) (bravo)